quinta-feira, março 30, 2006

BAIXADA URGENTE

► No próximo dia 23, estarão se completando 120 anos da inauguração do trecho ferroviário entre o Rio de Janeiro e a estação de Vila Meriti, que se transformou, a partir de 1944, no Município de Duque de Caxias. Foi em 23 de abril de 1886 que foi inaugurado o primeiro trecho do que viria a ser, em pouco tempo, a Estrada de Ferro Leopoldina, que ligaria a cidade do Rio de Janeiro ao norte do antigo Estado do Rio, Espírito Santo e sul de Minas. A data deverá passar em branco, pois nem a Prefeitura, nem o Estado estão preocupados com essas veleidades culturais.
► Para marcar os seis anos de atividades da Biblioteca Ferreira Gullar, no próximo dia 7, o Conselho Comunitário que dirige a Biblioteca Pública de Xerém organizou, a partir das 13 horas, uma tarde de atividades abertas à comunidade, com bate-papo e a presença do escritor e poeta Ferreira Gullar; exposição de quadros dos alunos do Curso de Pintura em tela da Biblioteca com o tema “Xerém”; aulas de desenho mangá e caricaturas; apresentação de contadores de histórias e resgate das brincadeiras de infância; apresentação da Orquestra da Fundec, da Escola de Música Mata Virgem de Xerém (criada e mantida por Zeca Pagodinho)
► Também haverá um sarau com a apresentação de músicos - entre eles o cantor e compositor Beto Gaspari - e de poetas locais; exposições com fotos mostrando a trajetória de atividades da Biblioteca Pública de Xerém e dos 15 anos do jornal comunitário "Folha de Xerém". A Biblioteca de Xerém nasceu da luta de lideranças e entidades comunitárias. Hoje conta com a parceria da Prefeitura através da Secretaria de Cultura do município. Para atender à comunidade, a Biblioteca conta ainda com dois funcionários contratados e uma equipe de voluntários. O evento será na Praça Engenheiro Leão Moura (antiga praça do Cine FNM), na Vila Nossa Senhora das Graças, das 13h às 18h.
► Até o próximo dia 28, cerca de 50 trabalhos de artistas do Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais, poderão ser vistos no saguão da Secretaria de Cultura de Duque de Caxias, na Praça Governador Roberto Silveira nº 31, 4º andar, Centro. A mostra de arte popular está sendo realizada em parceria com o Museu Casa do Pontal. São esculturas, mapas e fotos do Vale mineiro que ocupa uma área de cerca de 90 mil quilômetros quadrados, tem aproximadamente 80 municípios, e é considerada uma das regiões mais pobres do Brasil.
► Da exposição participam artistas como Ulisses Pereira, Dida, Geralda Batista, Noemisa Batista dos Santos, Adriano Rosa dos Santos, Alice Ribeiro, João Alves, Adenalva, Sebastiana, Maria Havier, Ildete e Deuzani. O curador da mostra é o museólogo Sergio Santos. Alguns dos expositores são conhecidos no exterior, pelas mostras realizadas na Índia, Bélgica, Argentina e França. A visitação é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. As escolas interessadas em agendar visitas devem ligar para 2672-8886, no mesmo horário.
► A presidente da Comissão de Defesa da Pessoa Portadora de Deficiência da ALERJ, deputada Georgette Vidor (PPS), conheceu terça-feira (28/03) o ônibus que irá dar auxílio jurídico, informar e esclarecer as dúvidas de pessoas portadoras de deficiência em todo o Estado. Especialmente adaptado, o veículo possui banheiro, cadeiras reclináveis, televisão, bebedouro, mesas para o atendimento e rampa de acesso, e deve começar a circular ainda este mês. “Realizei um sonho. Nunca tinha visto, no Brasil, um ônibus assim. Depois de um ano e meio de espera, ver este resultado é fantástico. Estamos preparados para receber as pessoas que, antes, só nos alcançavam pelo telefone. Agora, nós iremos até eles”, disse a parlamentar.
► Produzido no Rio Grande do Sul, o veículo tem 13 metros de comprimento e 2,55 de largura. Segundo a presidente da Comissão, o objetivo é atender, principalmente, pessoas portadoras de deficiência que moram no interior do estado e enfrentam dificuldades para se locomover até a sede da comissão, no Palácio Tiradentes. “Uma equipe já está sendo montada e treinada há duas semanas. É necessário conhecer totalmente a legislação que diz respeito aos portadores de deficiência”, disse a deputada.
► Embora controlada por uma empresa cearense, a Telemar resolveu agir com mineirice no caso da internet discada. A concessionária criou o projeto “Internet sem limites”, pelo qual, mediante o pagamento de uma taxa fixa de R$ 29 por mês, o assinante de uma linha fixa passa a desfrutar da conexão discada 24 horas por dia, sem limite de utilização. Para usufruir do benefício, basta cadastrar a linha no programa da empresa, através do 0800-3100001.
► Ao contrário do sistema de banda larga, em que a linha telefônica continua livre, no sistema “sem limites”, o assinante não poderá fazer ligações enquanto estiver conectado. Em compensação, o contador de pulsos ficará desligado enquanto estiver navegando na WEB. Com mais de 10 milhões de linhas desligadas, a empresa precisa recuperar a clientela. Para quem não pode pagar em torno de R$ 100 por mês pelo sistema de banda larga, o “sem limites” é a solução.

Um comentário:

Pastor Feijolli disse...

A HISTÓRIA DE XERÉM
Lamentavelmente, o brasileiro tem memória curta. Veja a historia da E.F. Leopoldina.
Aqui mesmo em Xerém não ficou trilhos sobre trilhos. Estações, como João Pinto e Xerém, desapareceram. Nunca vi uma foto delas. A data de hoje passa em brancas nuvens apesar do mau tempo por aqui devido à sanha da família Garotinho.
Excelente a matéria sobre a História de Xerém. Particularmente, sempre considero a primeira parte mais verossímil, até porque o milho não era a agricultura mais forte e a época por estas plagas.

Pastor Feijolli.